One Tree Hill - 7x19: Every Picture Tells a Story


Depois de quase inacabáveis 6 semanas de pausa, One Tree Hill está de volta trazendo um episódio especialmente para aqueles que estavam reclamando de como a série tem mudado sua fórmula. Every Picture Tells a Story foi na essência da série e nos trouxe plots já vistos anteriormente na pacata Tree Hill, como triângulos amorosos entre melhores amigos e...wait for it... Psycos!

Ou o Mark quer brincar com a cara do telespectador, ou ele é adepto a tramas de suspense mal feitas, porque não tem outra explicação para trazer um novo psicopata para OTH, aliás, tem sim. Ser Psyco em Tree Hill com certeza deve ser um negócio muito lucrativo, suspeito até que já exista sindicato para esse ramo, porém, com a saída de Peyton, o mercado psicótico decaiu muito e obviamente com a crise, tudo piorou. Mas nem por isso esse trabalho bastante honesto foi esquecido, logo, entrando na moda dos Seriadores de apelidar personagens 'magistrais', eu vos apresento a Psyco Sarah, que depois de entrar de penetra na abertura da galeria da Quinn e comprar o retrato do Clay, sai chorando porque levou um fora do Super Agente. É, não se fazem mais psycos como antigamente.

Sinceramente, eu odeio falar mal de One Tree Hill, isso é algo que me dói, mas não tem sentido repetir a história do triângulo amoroso entre amigos de Mouth, Miss Lauren e Skills. A única coisa boa dessa história, foi ver o soco do skills, seguido da hilária cena de Bitchtória, a qual nunca decepciona no seu papel. Melhor ainda foi a Brooke toda furiosa brigando como se fosse a própria mãe de Victoria. Por falar em Brooke, temos que agradecer aos céus por ela e o Julian estarem juntos novamente e voltarem a ser um dos melhores casais da série. Depois do laptop de Josh sumir com o vídeo de sexo dele com Alex, Julian e seu pai são chantageados por dinheiro, senão a sextape será liberada para quem quiser ver. O pior é que tudo isso não passa de uma armação de Josh, já que depois de ter visto a promo, vi que o cara na verdade é gay.

Se por um lado o Mark nunca soube - e nunca saberá com certeza - tocar uma trama trash, pelo outro ele sabe como ninguém nos proporcionar um drama psicológico de qualidade. A situação de Haley depois da morte de sua mãe é muito interessante, e para mim, foi o ponto alto do episódio. Parece até que toda a história da doença de Lydia seguida de sua morte, simplismente foi um caminho até que chegássemos aqui, em uma Haley depressiva, insegura e com medo, há muito tempo eu aguardo uma exploração mais profunda da personagem, e espero que tenha chegado a hora, e só para terminar esse paragráfo, sim, eu acho que ela está grávida.

 
Outra história muito boa de se assistir foi - como sempre - a dupla Jamie e Nathan, que arrasaram na apresentação de Kiss, a qual acredito que nem Glee fará melhor. Depois de vários momentos 'pai e filho', eis que Jamie conta ao pai que se sente muito só enquanto ele arremessa bolas em outros estados, e tenho a leve impressão de que Nathan pode acabar desistindo de ir para o acampamento de basquete. E como o Nathan está sem utilidade não é mesmo? O que custa colocá-lo em uma quadra mostrando como se faz um verdadeiro esportista da NBA, e todos saimos ganhando. Ainda no episódio, tivemos Miranda e Grubbs, casal que eu adoro, se entendendo e gravando as músicas dele, porém surgiu um problema no visto de Miranda, e a inglesa terá de ser deportada, com isso, o bartender não pensa duas vezes e a pede em casamento.

Share/Bookmark

7 comentários:

Klaus Roger disse...

Eu me recuso a falar de One Tree Hill! Hoje foi meu único consolo pela manhã que eu tava na maior depressão, chorei muito com a Haley que foi o destaque do episódio, senti a dor que ela sente e eu chorei quando ela chorou. Espero que ela sinceramente não esteja grávida porque seria muito injustiça com a Brooke, e eu só não vou falar que a Haley tem a vida perfeita porque agora ela perdeu a mãe, mas ela tinha (filho perfeito, marido perfeito, voz perfeita, é fisicamente perfeita, e perfeitamente rica, fora os amigos perfeitos). De qualquer forma tÔ sofrendo muito com a Haley porque pra mim é como se ela, e todos os outros fossem reais, então eu não gosto de ver a MINHA Haley sofrer.
Brooke e Julian juntos de novo é o mais certo que o Mark poderia fazer, eles foram feitos um para o outro, e eu espero ansiosamente um milagre pra Brooke engravidar. E a Brooke hoje me deu orgulho na hora que ela mandou o Julian ajudar a Alex e nem ficou encanada.
A BitchTória é perfeita ,DIVA, única! Morri de rir dela com o Alex e ela é engraçada demais, a Brooke brigando com os dois foi ilário!
Mouth, Louren e Skills foi legal o soco! e o Skills deve ir embora, pra mim nunca gosteeeeeei dele, sempre foi apenas suportável, porém muito idiota.
A Miranda é outra que é demais! athoron ela! e o Grubbs pedindo ela em casamento foi beeeeem clichê mas foi emocionante.
Senti falta da Milly que não sei por onde andou nesse episódio.
Por fim falar da psyco, eu ao contrário ADORO os psycos aparecerem e eu acho que o Mark sabe fazer um suspense bom sim, pelo menos eu me amarro nos episódios de suspense que aliás são uns dos meus favoritos, Morte do Keith, Babá malvada, e o Pseudoirmão da Peyton foram momentos incríveis da serie! Eu gosto tanto do Clay e da Quim, não sei se sou o único mas eles são tão fofinhos e bonitinhos, eles não são aqueles casais apaixonantes como Naley ou Brulian mas são muito bunitinhos juntos, só espero que o Clay não traia a Quim, fora isso a Psyco pode torturar e depois vir um herói pra salvar os dois ou um dos dois e ficar tudo feliz :D
Amo One Tree Hill amei ter voltado e eu já tô chorando antecipadamente pelo luto futuro :|

J.Carlos disse...

Ah não Klaus, eu quero que a Haley esteja grávida sim! E a Brooke também, algo que eu acho que ainda acontecerá!

E no mais, a Haley é minha... pelo que eu saiba cê ta de caso com Brooke... huashuashuashuash

Obrigado pelo (enorme) comentário!

Klaus Roger disse...

É Tree Hill vey, nem consigo conter minhas palavras! HAUISHAUISH' tinha que ser um MEGA comentário depois de tanta espera!

Ah eu queria as duas tem como dividir não? Tá boom... pra não causar brigas fica combinado assim: Brooke é minha e Haley é sua. E elas duas vão engravidar juntas, ter bebes juntas e o da Brooke vai ser uma mini brookezinha e o da haley vai ser outro jamezinho só pra casar com a minibrookezinha ai vai ficar tudo feliz :D

P.S: a pessoa vai beeeeem além né? nem tão grávidas (ainda) e eu já quero casar o bebê das duas!

Renata Vivan disse...

Também achei desnecessário o triangulo amoroso, mas o Mark, como você disse, adora um plot repetido.
Também quero que a Haley esteja grávida, e, mais tarde, que a Brooke também fique. Mas to com muito medo dessa fase depressiva da Haley.
Brooke e Julian cada vez melhor, eles estão chegando perto do nível Naley, acho mesmo. Victória e Alex acho que ainda vão render histórias muito engraçadas.
E cade a Millie hein? Senti falta dela.

J.Carlos disse...

Opa Renata, obrigado pelo comentário. Então, eu não sinto nenhuma falta da Millie, o Mark já deveria tê-la matado na minha opnião, até porque mortes em OTH rendem bons episódios. E sobre Brulian, também concordo, os dois juntos (felizes) são ótimos!

Luis Eduardo Ferreira disse...

Desculpa, concordei com tudo e até ri do comentário de mercado de psicopatas, achei ótimo e muito bem bolado. Mas dizer que Nathan/Jamie foram um dos pontos altos do episódio quase me fez chorar de raiva. Foi a coisa que eu mais detestei o seriado inteiro, achei a cena deles puramente ridícula e "embrometchion", aliás, nesse "embrometchion" o Nathan/Jamie já estão há uns 6 episódios, sem história, sem rumo, sem nada. Sério, seu comentário foi perfeito mas estragou no final. Abs, Luís.

J.Carlos disse...

Obrigado pelo comentário e elogio Luis. Concordo com você na parte do "embrometchion", mas mesmo sem histórias concretas, Nathan e Jamie sempre serão, para mim, uma dupla ótima.

Espero sua opnião no próximo review, até mais.

Postar um comentário

Aproveite a área de comentários abaixo para discordar, concordar, criticar ou elogiar o texto que você acabou de ler.

- Clicando em Nome/URL você pode postar seu site, blog ou twitter;
- Comentários moderados;
- Use o bom senso e evite brigas. Temos sorte por não possuirmos a mesma opnião.